• Glossário
• Perguntas frequentes
 




PARA O PACIENTE. glossário de termos médicos


  • Aneurisma: dilatação (estreitamento) de uma zona debilitada de um vaso sangüíneo;
  • Angina: caracteriza-se por dor intensa no peito, com freqüência irradiada para a parte interna do braço esquerdo, provocado, quase sempre, por uma diminuição no fluxo de sangue que irriga o coração;
  • Angiografia: método em que se injeta um corante na corrente sangüínea para visualizar, por raios-X, o fluxo do sangue através dos vasos. Emprega um meio de contraste (corante) e uma leve dose de radiação. A imagem resultante se denomina angiografia;
  • Angioplastia: técnica não cirúrgica para tratamento de doenças arteriais. Consiste em insuflar temporariamente um cateter balão no interior do vaso para corrigir um estreitamento;
  • Aorta: a artéria principal que transporta sangue desde o coração até o resto do corpo;
  • Arritmia cardíaca: anormalidade no batimento cardíaco;
  • Artérias: são os vasos que transportam o sangue do coração para todo o corpo humano;
  • Artérias coronárias: são os vasos que irrigam o coração com sangue rico em oxigênio e nutrientes;
  • Artérias femorais: duas artérias situadas em cada perna, que transportam o sangue ao fêmur ou músculo respectivo. Os médicos acessam as artérias ilíacas e a aorta através das artérias femorais;
  • Artérias ilíacas: duas artérias que abastecem de sangue as pernas e conectam a aorta com as artérias femorais de cada perna. As artérias ilíacas se originam na bifurcação (divisão) da aorta que existe no abdome;
  • Artérias renais: duas artérias conectadas a aorta que transportam sangue desde esta até os rins direito e esquerdo;
  • Arteríolas: pequenos ramos arteriais que regulam a resistência ao fluxo sanguíneo. Estruturalmente suas paredes são ricas em fibras musculares e também são conhecidos como vasos de resistência, pois quando se contraem aumentam a pressão arterial do sangue;
  • Ateroma: depósito de gordura, calcificada ou não, que causa estreitamento do vaso sanguíneo. Também conhecida por Placa de Ateroma ou Placa Aterosclerótica;
  • Capilares: vasos sanguíneos microscópicos que se situam entre arteríolas e vênulas, isto é entre artérias e veias, que distribuem o sangue oxigenado para os tecidos do corpo;
  • Cateter introdutor: utensílio tubular comprido e fino, que ajuda a posicionar e introduzir uma prótese endovascular através do sistema vascular;
  • Cateterismo cardíaco: método em que se punciona ou disseca uma veia ou artéria periférica e se introduz um tubo fino e flexível, chamado cateter até os grandes vasos e o coração, com a finalidade de se obter a maior quantidade de informações possíveis com o objetivo de se conseguir um diagnóstico exato e, assim, decidir qual o tratamento mais adequado;
  • Contraste: fármaco que se injeta no sistema vascular para visualizar, em uma imagem de raios-X, o fluxo sangüíneo através dos vasos;
  • Desfibrilador: aparelho eletrônico utilizado para reverter uma fibrilação atrial ou ventricular em um ritmo cardíaco normal;
  • Dissecção aórtica: é a separação longitudinal e circunferencial da camada média da parede da aorta em extensão variável;
  • Endarterectomia: remoção cirúrgica de uma placa (aterosclerótica) situada na artéria;
  • Endocárdio: membrana que reveste a superfície interna do coração;
  • Endoleak: fluxo sangüíneo através do aneurisma após a colocação de uma endoprótese;
  • Endotélio: revestimento interno dos vasos sanguíneos;
  • Epicárdio: membrana que reveste a superfície externa do músculo cardíaco;
  • Fibrinolíticos: drogas utilizadas para dissolver coágulos sanguíneos recentes. São utilizadas nas primeiras horas do infarto agudo do miocárdio para dissolver o coágulo que está obstruindo o fluxo arterial coronário;
  • Fluoroscopia: imagem de raios-X em tempo real que se visualiza em um monitor;
  • Fluxo sangüíneo: é a quantidade de sangue que passa por um vaso em um determinado período de tempo. Fatores que interferem no fluxo:
    • Diferença de pressão: quanto maior a diferença de pressão entre as duas extremidades do vaso,
      maior o fluxo;
    • Diâmetro: quanto maior o diâmetro do vaso,
      maior o fluxo;
    • Viscosidade: quanto maior a viscosidade do sangue,
      menor o fluxo;
    • Comprimento: quanto maior o comprimento do vaso, menor o fluxo.
  • Hemodinâmica: estudo dos movimentos e pressões da circulação sanguínea;
  • Infarto do miocárdio: área do músculo cardíaco danificada por um inadequado suprimento de sangue arterial;
  • Isquemia: diminuição do fluxo de sangue para um órgão, geralmente devido à constrição ou obstrução parcial de uma artéria;
  • Miocárdio: músculo cardíaco que forma as paredes do coração. A sua contração rítmica impulsiona o sangue das cavidades ventriculares para as grandes artérias;
  • Oclusão: obstrução de uma artéria, que impede o fluxo normal do sangue;
  • Prótese endovascular: prótese sintética que se implanta dentro de um vaso doente com o propósito de aliviar a debilidade das suas paredes, sem ter que recorrer a técnicas de cirurgia aberta;
  • Prótese sintética: material fabricado em forma de tubo, destinado a substituir vasos sanguíneos enfermos nos seres humanos;
  • Radiação: tipo de energia que permite ao médico visualizar as estruturas dos vasos sanguíneos e demais anatomias no interior do corpo;
  • Reparação endovascular: intervenção menos invasiva que as cirurgias abertas, que supõe usar uma prótese endovascular para excluir (isolar) um aneurisma dentro da aorta enferma e formar um novo canal para o fluxo sangüíneo;
  • Ressonância magnética: procedimento que emprega campos magnéticos e ondas de rádio para formar imagens das estruturas internas do corpo;
  • Rotura: rompimento da parede do vaso doente, tanto na região da dilatação quanto nas suas redondezas, que provoca o derrame de sangue (hemorragia);
  • Stent coronário: são molas ou malhas, na maioria de aço inoxidável, que colocados nas artérias coronárias, nos locais onde existem lesões, servem para manter as paredes do vaso afastadas entre si e manter a placa de gordura aderida à parede;
  • Tomografia computadorizada (TC): técnica de diagnóstico por imagens em que se geram cortes transversais muito finos e precisos do abdome e da aorta. A princípio, essa técnica emprega um meio de contraste (corante) e uma leve dose de radiação;
  • Válvulas cardíacas: são aparelhos que regulam a direção do fluxo sanguíneo no interior do coração e nos grandes vasos que emergem dos ventrículos direito e esquerdo do coração.
     
     

 

 

   
ROD SC 401 KM 05 N 4756 OFFICE PARK ED. 1 / CEP 88032-005 / FLORIANÓPOLIS, SC - BRASIL / TEL +55 48 3231.1500